quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Famosos pastores Benny Hinn e Joyce Meyer realizam mudanças internas após investigação devido a finanças


A aproximadamente um ano, o Senador Republicano Charles Grassley, preocupado com os relatos sobre os pregadores que vivem luxuosamente, realizou juntamente com o Comitê de Finanças Fiscais e a Receita Federal, uma investigação financeira em seis ministérios, entre eles o ministério Joyce Meyer Ministries e Benny Hinn´s World Healing Center.
O Senador Grassley, informou que os ministérios de Meyer e Hinn, já estão realizando reformas internas e cooperando com o fornecimento de informações que possam ajudar nas investigações, mas os outros quatros ministérios tem se recusado a fornecer as informações que estão incompletas. Os ministérios que tem se recusado são: Randy y Paula White de “Without Walls International Church”, Eddie Long de “New Birth Missionary Baptist Church”, Kenneth y Gloria Copeland de Kenneth Copeland Ministries, Creflo e Taffi Dollar de World Changers Church International.
Segundo Roby Walker, porta-voz de Joyce Meyer Ministries em Missouri, os detalhes destas reformas estão em desenvolvimento.
A Equipe da Comissão de investigações, concluiu que existem cerca de 100 entidades relacionadas a seis igrejas e seus ministros, mas que ainda não está claro se essas entidades são com fins lucrativos ou não, ou que fornecem algum beneficio financeiro para as igrejas.
Grassley também destacou que alguns ministérios poderiam estar pressionando e intimidando aos seus funcionários a um acordo de confidencialidade e os ameançando a processa-los se violarem.
Jil Gerber, porta-voz de Grassley, se recusou a dizer quais são os ministérios envolvidos nestas intimidações, mas disse que as investigações estão em curso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário