quarta-feira, 16 de maio de 2012

Turquia suspeita que pássaro migratório seja espião israelense

De acordo com a agência Aurora, a imprensa turca divulgou informações que apontam que Israel tem utilizado um pássaro para serviços de espionagem. Segundo o jornal Haber Turk, uma investigação foi lançada há vários anos, logo após um agricultor encontrar um pássaro morto da espécie abelharuco-comum (Merops apiaster) com um anel onde havia a inscrição “Israel” em uma de suas patas.
A ornitologia – ramo da biologia dedicado ao estudo das aves – utiliza anéis para rastrear as rotas migratórias das aves. No entanto, somando-se ao fato de que o pássaro também apresentava “asas mais longas que o comum”, as autoridades da Turquia passaram a suspeitar que o pássaro tinha algum dispositivo de vigilância implantado e que estava sobrevoando o país em missão de espionagem.
Oficiais da Sociedade Vida Selvagem de Israel destacam que essa não é a primeira vez que aves israelenses descansam em territórios árabes ou muçulmanos durante a sua migração e são “detidos” por suspeita de espionagem.
Em 2011, uma cegonha que levava um transmissor GPS com o nome da Universidade de Tel-Aviv, foi condenada na Arábia Saudita por fazer parte de um “complô de espionagem sionista”

Nenhum comentário:

Postar um comentário